Vidas interrompidas: como lidar com a viuvez?

Segundo pesquisa do Instituto do Casal, o medo de ficar viúvo (a) é o segundo maior medo dos casais brasileiros.

A morte é um assunto do qual ninguém gosta de falar, mas é um fato inevitável do ciclo vital e também dentro de um relacionamento afetivo. A viuvez é tão assustadora que na pesquisa feita ano passado pelo Instituto do Casal, ocupou o segundo lugar no ranking dos principais medos das pessoas que são casadas ou têm um relacionamento estável.

Perder o (a) parceiro (a) faz parte da história de quem vive um relacionamento estável ou é casado. Porém, a viuvez é uma situação não planejada que leva a vários desdobramentos e mudanças. Uma das mais importantes é a perda do suporte afetivo e quebra da unidade, que já não existe mais.

Segundo Denise Figueiredo, a viuvez pode representar, para muitas pessoas, a perda de um grande amor, de um bom amigo, do suporte financeiro, de um pai ou de uma mãe, de um confidente, enfim, da pessoa que foi escolhida para compartilhar a vida.

“Isso leva ao sofrimento, ao luto e a emoções ligadas ao distanciamento e à sensação de separação. “Além disso, ficar viúvo (a) representa, de certa forma, perder parte de si mesmo, daí os sentimentos de solidão e vazio, que são comuns em quem passa por isso. Mas, é justamente esse processo de lidar com a perda que dá a sensação de ser capaz de recomeçar ou de continuar a viver”, comenta a psicóloga.

Viuvez precoce x tardia

Um ponto que chama a atenção é a diferença na vivência de uma viuvez precoce, ainda na juventude, e uma viuvez mais tardia. Ambas são experiências difíceis, mas cada uma tem suas particularidades. Para Marina Simas, a viuvez que atinge pessoas mais novas, com filhos ainda pequenos, pode ser muito desafiadora.

“Quem fica vai precisar lidar com várias situações ao mesmo tempo: a perda do (a) parceiro (a), a criação dos filhos, o sustento da casa, a vida profissional e a própria saúde física e mental para lidar com tudo isso. Por outro lado, quem fica viúvo mais tarde tem mais tempo para se recuperar, mas pode se sentir muito mais sozinho e fragilizado, já que em muitos casos os filhos já saíram de casa e vivem suas próprias vidas”, explica Marina.

Em uma idade mais avançada nem sempre é fácil investir em um novo relacionamento, por exemplo. Com isso, o isolamento social é mais comum e acarreta em uma piora do estado de saúde em pessoas que enviúvam mais tarde.

Viver o luto é fundamental

Independente da idade em que se ficou viúvo (a), o luto precisa ser vivenciado para ressignificar a vida. Viver o luto é importante para reconstruir a vida sem o (a) parceiro (a). Não há um período pré-definido. Cada pessoa terá seu próprio tempo para gerenciar suas emoções e aceitar a perda. É um tempo para se reorganizar e se reestruturar, para chorar, para ficar triste, para recordar e para dar um novo significado a essa nova fase da vida.

Seguindo em frente

“Gosto muito de pensar que perdemos coisas e não pessoas. As pessoas partem, mas as memórias ficam. A morte faz parte da vida, é inevitável. A viuvez é um convite a repensarmos nossas escolhas, para criarmos novas realidades e testarmos nossa capacidade de resiliência. As lembranças devem sim permanecer de forma saudável para honrar a pessoa que se foi, mas quem fica precisa continuar. Não é um processo fácil, por isso a psicoterapia é muito importante para ajudar a superar esse tipo de acontecimento”, diz Denise.

“A verdade é que ninguém está preparado para a morte e em geral o assunto ainda é um tabu. Cada um vai lidar de uma maneira particular com a viuvez.

Portanto, O importante é viver cada momento de nossas vidas como se fossem os últimos, isso ajuda a superar a perda, pois há menos chance de arrependimentos ou culpa. Sabe aquela frase: não deixe pra amanhã o que você pode fazer hoje? Precisamos pensar mais em ser do que ter, precisamos dedicar mais tempo ao nosso (a) parceiro (a), cultivar os sentimentos e viver bons momentos ao lado de quem amamos, isso é o que realmente importa”, finalizam as psicólogas.

 

Confira em nosso blog outros assuntos que podem te ajudar!
Tem dúvidas de como lidar com esse processo? Nós, Denise Figueiredo e Marina Simas, sócias-diretoras do Instituto do Casal, podemos te ajudar!
Entre em contato pelo e-mail contato@institutodocasal.com.br  ou pelo telefone: (11) 99404-2702

Acompanhe nossas Redes Sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/institutodocasal

Facebook: https://www.facebook.com/institutodocasal

174 respostas

  1. Há dois anos fiquei viúva gestante de sete meses, meu marido morreu repentinamente. Além da perda do meu amado, eu e nossa outra filha de quatro anos tivemos que deixar a nossa casa, já que grávida não teria condições de ficar lá sozinha. Apesar da casa ser nossa, como fica distante do centro da cidade, eu não dirigia, trancamos a casa e fomos ficar na casa dos meus pais. A nossa caçula nasceu linda e saudável. Foi um ano de muito sofrimento, reorganização da minha vida, que me fez forte, comecei a dirigir. E hoje após mais um ano de sua morte, já consigo pensar em conhecer alguém, a tê-lo como minha melhor lembrança, mais sem sofrimento.

    1. Olá Márcia, obrigada pelo seu depoimento! Sentimos muito pela sua perda, mas ficamos felizes que você está superando essa enorme perda do seu parceiro. O mais importante é seguir em frente e guardar as lembranças desse amor em seu coração.
      um beijo
      Instituto do Casal.

      1. Eu perdi meu esposo faz 1 ano e 5 meses lembro dele a todo momento não consigo acreditar que em um mês de maio perdi o amor da minha vida tá difícil viver sem pensar nele nossos 2 filhos já estão casados quase não tem tempo de me ver o meu caçula vem nem que for pra ver como estou e nossos cachorrinhos estou abalada

      1. Faz 5 meses que a minha vida mudou, dia 06.03.21 um dia feliz, risos, brincadeiras e o meu marido infartou e teve um avc, 29 dias internado e ele morreu, estavamos juntos entre namoro, noivado e casamento à 33 anos. Meu melhor amigo, meu companheiro de vida, falavamos todos os dias, ele era meu suporte emocional, como superar, como recomeçar???
        Pergunto isso todos os dias, temos uma filha de 13 anos, um sonho acalentado por anos e que conseguimos realizar, ela está bem entende que foi melhor para o PAI afinal ele ficaria em estado vegetativo, mas nao foi o melhor pra mim, essa dor aumenta a cada dia, so queria ele aqui.

        1. Bom dia, Sandra, meu esposo teve um avc hemorragico em 27/03/2023 e veio a óbito em 01/04/2023, minha vida perdeu o rumo, a dor é imensa. Ele se internou 13/03 a ate o dia 26/03 estava no hospital estável, eu ia ao hospital todos os dias, quando cheguei no dia 27/03 para a visita, me deixaram entrar normalmente, subi as escadas correndo para ve-lo e, quando cheguei la, para o meu desespero, ele não estava la, ja havia outro paciente em seu lugar, mudaram tudo rapido e sem me avisar. Transferiram ele não sei quando, horas e nada, so tive a ciencia disso no dia 27/03, corri para o outro hospital onde o levaram, chegando lá, meu marido já não falava, do dia 27/03 a 01/04, eu tinha fé que ele iria sair dali bem. Estou ate hoje sem acreditar. Tudo o que eu queria era acordar desse pesadelo e te-lo aqui.

          1. Olá meu marido cometeu suicídio dia 27/03/2023 ficou no upa aqui da nossa cidade eu grávida de 32 semanas com mais dois filhos pequenos . Ele foi transferido pro hospital e eu tinha esperança dele volta pra casa e me ajudar a criar as criança já que era um sonho nosso no dia 30 ele foi intubado eu já não conseguia mais fala com ele ia todos os dias na uti mesmo com aquele barigao no dia 02/042023 ele faleceu ali junto com ele levou toda a minha paz alegria e todos os meus sonhos ,estou sub existindo perdida nesse mundo desde então são 13 anos de casados eu não sei mais como viver feliz sem ele aqui no fia 04/05 2023 meu nenem nasceu oque era pra ser um dia de grande alegria se tornou mais um dia qualquer pq não estava com meu emocional preparado pra estar feliz . Hoje já fazem quase 4 meses que ele se foi e eu não aceito sua morte e eu não sou mais feliz mesmo me esforçando pra fazer meu melhor pelos meus filhos eu sou triste 😢

          2. Boa tarde, perdi o amor da minha vida a 4 meses, tenho 3 filhos, estávamos juntos a 27 anos, como dói, como e difícil ficar sem meu amigo, companheiro o amor da minha vida, estou buscando forças em Deus, pois meus filhos precisam de mim , mas está muito difícil viver sem ele 😭😭😭

      1. Oi fazem 73 dias que perdi meu marido com apenas 37 anos ,era jovem ,bonito,ativo,alegre um paizão pra nossa filha de 10 anos ela ficou tinha um cuidado com a filha.Eu não consigo me conformar estou sem rumo,me pergunto todos os dias o pq?
        É uma dor tão grande que vai passando os dias e eu me sinto como eu estivesse dopada.

        1. É difícil entendo a sua dor perdi meu esposo tbm a um mês a descoberta de uma LMA ates de um mês de descoberta ele faleceu com apenas 33 aninho eu morri tbm não tem alegria nem fome só pesso a Deus pra mim leva logo😭🖤

    2. Seu histórico e quase parecido cm a minha tbm fique viuva a pouco tempo fique gravida ele faleceu no mes ela nasceu no mes seguinte ainda tou sofrendo e morado na casa do meu pais cm meu filhos q ele mim deixo um de cinco uma de três mês

    3. Oi

      Bela história de superação…

      Eu perdi minha esposa para a covid, muitos eventos aconteceram nessa época impedindo de viver meu luto, depois de um pouco mais de 2 e meio, estou vivendo essa dor terrível, horrível… Meus filhos casaram e saíram de casa… Pareço estar em outro mundo😢

      1. bom dia, exatamente assim, parece que estou vivendo em outro mundo. Meu esposo faleceu dia 01/04/2023 em decorrência de um avc hemorrágico. A dor é enorme.

        1. Eu tbem perdi meu marido dia 08/04/23 devido um câncer ele lutava a 5 anos, ele morreu segurando minha mão, foi muito triste perder meu marido.
          Hj com 4 meses não consigo acreditar, perdi meu amigo, companheiro, meu tudo etc…não sei como continuar a saudades e muito, não é fácil !
          Os amigos somem a família tbem somem, aí vc fica sozinha e ninguém mais quer ouvir vc falar do seu luto ou perda.
          Temos enfrentar a dor do luto e o afastamento das pessoas…só Deus mesmo pra dar forças.

          1. Fátima, meu desejo é de falar algo q pudesse te ajudar, eu tb perdi meu marido há um ano e ainda sofro muito, as pessoas somem, me sinto como se tivesse uma doença contagiosa, minha família, a família dele, meus amigos, quando posto algumas coisas no Facebook ou no Instagram alguém diz que é para eu esquecer, olhar a vida para frente. .. não tenho vontade de mais nada… nós éramos muito próximos, vivíamos grudados , ele dizia que era meu “grudinho”…

          2. Perdi minha esposa para o câncer. Hoje faz 6 meses e é muito difícil. Essa semana é o aniversário de 4 anos da nossa filha e todo ano ela que organizava tudo sozinha e eu brigando porque dizia que era só gasto sem necessidade. Uma dor que não passa e nessas época piora mais

      2. Eu Tmb perdi meu marido vai fazer 2 anos para a covid, a dor fica pior ainda por nao ter despedida por nao ter o último abraço simplesmente ele foi internado após 4 testes darem negativo e de saiu saiu para ser cremado sem direito a despedidas
        Não estou sabendo viver sem ele

  2. Perdi meu esposo a 13 dias, tento manter a sanidade para não enlouquecer. Perdi um grande companheiro, meu amor.
    Estou vivendo parece que em transe.
    Estou ocupando a mente com trabalho.
    Estou tentando por o trem nos trilhos.

    1. Lamento pela sua perda.
      Mas viva o luto. Não tente reprimir seus sentimentos ou tentar pular etapas.
      É preciso viver o luto de forma saudável. Chore, fique um tempo sozinha se necessário, desabafa com alguém.
      A sua perda é recente, ainda não deu tempo de elaborar o luto. Depois que a fase do luto passar, vai ficar só a saudade Boa, saudável.

    2. Meus pêsames, perdi minha esposa tem 44 dias, faleceu de câncer tinha 38 anos, era minha amiga, parceira em tudo, ficou 2 filhas uma de 3 e uma de 16, não é fácil, mais decidir seguir em frente, trabalho entrei na academia, converso muito sobre ela, isso distrai e faz com que o dia seja mais fácil, então não desista e um processo mais vamos passar em paz, que Deus te abençoe

  3. Boa noite perdi minha namorada a 18 dias atrás estávamos 12 anos juntos ela tinha depressão eu só sei que está sendo muito difícil pra mim fica sem ela
    Por favor me ajudem o que fazer
    Obrigado.

  4. Perdi meu parido há 1 mes, perda repentina, foi assaltado e espancado não resistiu. Estou procurando me manter em pé, não perdendo a fé em Deus e olhando para Jesus para não afundar.

  5. Oi,boa noite! Fiquei viúva a 5 meses. Uma dor que só quem passa sabe o que é.Tenho dois filhos, e sofro muito por vê-los sofrendo tanto com a ausência do pai, que sempre foi presente na nossa vida.A cada dia vamos adaptando a uma nova vida, sem ele, aprendendo a viver novas situações.Mas Deus está ao nosso lado, o tempo todo,eu tenho certeza.

    1. Olá Edilene, boa noite
      Nossos sentimentos pela sua perda. Sim, é um momento muito difícil. O luto é um processo e é preciso vivenciá-lo. Porém, se você acha que está muito difícil, procure ajuda! Você pode contar com uma rede de apoio para ajudá-la a superar essa perda.
      Obrigada
      Equipe Instituto do Casal

  6. Perdi o amor da minha vida faz hoje 30 dias.Estou na casa do meu filho,tentando ganhar forças para voltar para minha casa.Afinal foram 37 anos de uma vida com muito amor,carinho.Me sinto sem chao para seguir a caminhada

  7. Há sete dias perdi o grande amor da minha vida, minha amiga minha parceira, minha confidente, minha namorada. Ela morreu aos 33 anos de um acidente automobilistico, e deixou me uma filhinha linda de 9 ano. Naõ sei o que fazer. Foi minha unica namorada, fui o unico namorado dela. Casamos há 16 anos e tinhamos um casamento maravilhoso. Sei que muita gente não acredita seuqe que um relacionamento assim pode existir, mas nos amamamos com todo ardor cada dia destes 16 anos. Tenho 47 anos e nao consigo trabalhar, sair de casa. Acordo de noite sentindo ela me chamar e me tocar. Estou desesperado e escondo minhas lágrimas porque preciso cuidar da minha filhinha. Naosei como vou vier e lidar com minha dor.

    1. É assim mesmo que fiquei quando perdi meu esposo há dois anos e 10 meses.Foi a pior coisa que vivi até hoje,nada que se compare.Me agarrei a minha fé como nunca,e foi o que me sustentou e sustenta.O luto pela perda de cônjuge com filho pequeno é desafiador.Meu filho na época também estava com nove anos.E estávamos casados há 12 anos.Quando li seu comentário, vi que histórias como a minha se repetem e isso é muito triste para mim, por que sei quantos estão vivenviando esse horror.Mas persevera por que o nosso coração vai acalmando……Se ajude, procure ajuda, mas não se acomoda com esse sentimento de desespero…..Força!

      1. Eu também perdi meu marido há 2 meses. Tenho uma filha de 23 anos e um filho de 12 anos. A dor está insuportável!!!! Não aguento mais viver sem ele. Choro todos os dias!!!! Perdi meu amor, minha vida, meu chão…

    2. Chore, grite, quebre tudo, desabafe, a dor é realmente imensa, mas tbm peça a Deus que cure seu coração despedaçado, ele nos ouve e com seu imenso amor vai nos curando devagar, se agarre ao seu anjinho de 9 anos que Deus colocou aí para lhe dar força e conforto, tenha fé a dor vai diminuindo, o vazio vai sendo preenchido com o amor de Jesus, vai ficar a saudade e as boas lembranças. Fique firme! Deus no controle de tudo!

    3. Ronaldo, estou passando pela mesma dor. Perdi minha Esposa, amiga, companheira, namorada, confidente a 20 dias. Também foi minha única namorada e tinha apenas 41 anos. Ela me deixou 2 presentes (meus filhos) que são os únicos motivos que me fazem levantar todos os dias. Estou completamente devastado e sem entender o sentido disso tudo. Esper o que um dia Deus me mostre o motivo de tanto sofrimento como este. Além do meu sofrimento pela perda do meu Amor ainda sofro vendo meus filhos sofrer.

    4. Oi Ronaldo! Conseguiu superar?? Perdi meu marido a 40 dias, e me identifiquei muito com a tua história…não vejo futuro sem ele. Gostaria muito de saber se o tempo realmente ajuda?

    5. Difícil amigo, acabei de ficar viúva, meu amor da minha vida partiu após 11 anos de casada , 24 horas por dia juntos, a Dor é horrível, O coração sangra, aperta que até sufoca, ele partiu dia 5 agora, vi que vc ficou viúvo em 2018, e vendo vc falando te digo que existe sim relacionamento assim pois o meu tb é, me identifiquei com suas palavras, tenho 47 anos e me sinto perdida e muito solitária, cada um de nós temos 2 filhos cada e nenhum nosso mas ele criou meu filho desde os 3 anos de idade e hoje ele tem 14 anos e sofre muito a partida do Pai pois eles amavam, amo meu marido infinitamente, por isto me identifiquei com suas palavras, almas gêmeas, Mas enfim tenho que seguir sem ele e sei que só o tempo para amenizar minha dor, vc já amenizou sua dor?, como vc está hoje e como passou a fase do luto?, meu email simone.ribeirosr.sr@gmail.com, Meu zap é 11982403906, se vc sentir-se à vontade pode entrar em contato, vivemos histórias bem parecidas com muito amor e vai me ajudar muito saber como vc passou pelo processo do luto e como está hoje, por que para entender é só quem vive mesmo a perda do grande amor , fica com Deus.
      Simone Ribeiro

    6. Ronaldo a dor é terrível, assustadora e nos deixa perturbados mas precisa ter uma fé e seguir agora o seu caminho, o que foi escrito para você porque a história dela, mesmo acabando cedo, foi vivida por ela entende? Cada um tem sua história, seu momento… Desejo que essas palavras te fortaleçam porque precisamos voltar a ver e sentir alegrias na vida pois estamos aqui para isso, para sorrir!!! Deus lhe dê forças!

    7. Li seu comentário e me identifiquei. Perdi meu parceiro há 9 dias. É uma dor interminável, que só cresce. Essa dor já não cabe mais dentro de mim. Me preocupa muito, pois também não consigo reiniciar o trabalho e nem sair de casa. Completamente devastado. Eu me sinto enterrado com ele.

    8. eu perdi minha esposa fazem 10 dias de uma forma inesperada. Uma noite anterior estavamos rindo e brincando, no dia seguinte passou mal e desencarnou. É angustiante lembrar dela, pareço que estou em um filme. Tenho 42 anos ela tinha 37, temos dois filhos uma de 13 e um de 8, estou completamente perdido minhas pernas so tremem. A familia vem apoiando mas eu estou com muito medo do futuro e sei que meus filho precisam de mim agora.
      Espero que esse luto passe e que tudo se acalme, eu choro varias vezes por dia. Parei de olhar fotos dela pq isso me deseperava. Sei que um dia isso vai passar, mas no momento é uma dor sem tamanho.

      1. Eu ainda não perdi meu esposo, mas ele está em tratamento paliativo de câncer, sem mais alternativas de tratamento. Tenho duas filhas pequenas de 5 anos, e meio que sem rumo, sem planos, vivendo um dia de cada vez pq eu não sei o dia de amanhã. A doença corroeu todo o nosso patrimônio, já que faz 3 anos que ele está em tratamento. Hoje o médico disse que não tem mais o que fazer por ele, só esperar “o dia” chegar.

      2. Tb perdir minha metade , foi para o cancer hoje faz 23 dias , moramos juntos 28 anos , temos 2 filhas uma de 25 outra 11 não como seguir em frente parasse que falta um parte de mim , rezo que com tempo diminuia a dor , parece que as pessoas e lugares não tem mais sentido

  8. Perdi minha esposa a pouco mais de 1 mês e amanhã ela faria aniversário. São tempos difíceis. Espero que um dia melhore.

  9. Tem 5 dias que meu esposo se foi, o homem que tanto amei. Doi muito vontade de ficar sentada do lado dele, para não deixá-lo só.

    1. Lairce como vc esta?
      Minha mãe perdeu meu pai 44 anos de casada… Sou filha , sinto muito a perda do meu pai e mas quero muito ajudar minha mae …

  10. É assim mesmo que fiquei quando perdi meu esposo há dois anos e 10 meses.Foi a pior coisa que vivi até hoje,nada que se compare.Me agarrei a minha fé como nunca,e foi o que me sustentou e sustenta.O luto pela perda de cônjuge com filho pequeno é desafiador.Meu filho na época também estava com nove anos.E estávamos casados há 12 anos.Quando li seu comentário, vi que histórias como a minha se repetem e isso é muito triste para mim, por que sei quantos estão vivenviando esse horror.Mas persevera por que o nosso coração vai acalmando……Se ajude, procure ajuda, mas não se acomoda com esse sentimento de desespero…..Força!

  11. Esse texto foi publicado no dia 07/06/2017, perdi minha esposa no dia 08/06/2017, no dia que nosso filho Murilo, completava 2 anos de idade, ela foi enterrada no dia 09/06/2017, no dia que completei 33 anos. Fiquei viúvo com 4 filhos, dois casais. Ela tinha uma doença rara que só descobrimos, após o nascimento do nosso 6° filho, pois nós perdemos 2 filhos, antes dos nossos 4, ela está enterrada exatamente onde nosso primogênito está enterrado. Ela faleceu com 28 anos de idade, 14 anos da vida dela foi comigo. Esse nosso filho mais novo, nasceu no dia 31/05/2017, quando ela faleceu, ele tinha apenas, 8 dias de vida, 2 dias, após o falecimento dela , esse nosso filho, ficou quase 3 meses na UTI, passou por diversas complicações que quase veio a óbito, um milagre, ele adquiriu anticorpos da doença dela, foi para casa de Home Care, ficou 8 meses de Home Care, onde conheci uma pessoa maravilhosa, ela é enfermeira e foi enfermeira do meu filho. Estamos 9 meses juntos. Espero um dia poder casar novamente e voltar ter uma grande família, essa minha namorada tem uma filhinha de quase 3 anos de idade.

      1. Oi Grazi desculpe eu discorda da seu ponto de vista eu. achava que só amamos uma vez na vida pois. Com minha experiência de viuvez sendo que dia treze de agosto faz vinte sete anos que meu querido esposo se foi e cada dia da minha vida desde que o perdi sinto infinita saudades e lido com está perda buscando lras lembranças e a recordações me fazem bem ameniza a dor que nunca passa ele está vi vc o dentro do meu coração e permanece vivo dentro do meu ser mas penso que podemos amar novamente com toda intensidade pois existe várias formas de se amar e nosso tem lugar pra aloja todos que fez parti ou faz em nossa vida mesmo quando não temos mais nosso Senhor é prova disso semeou amor a todos nós não somos como ele e jamais seremos mas ele nos deu um coração enorme e um dom de amor como eu disse existe amor eterno de várias formas algum commuita intensidade outros Menas l(Amor de verdade não acaba mas se não temos dar Conti nesse grande amor pelo motivo de temos perdido pra morte então guardamos ni coração pra sempre e demos espaço pra um novo amor pois ele se foi e eu no caso tenho que viver a vida sem a mor a solidão machuca vamos sagora aproveito pra dizer pro meu falecido esposo jamais vc será esquecido por mim sempre estará no meu coração fui fiel até sua partida e eternamente estarás no meu coração mas ninguém ama sozinho precisamos amar novamente

  12. Perdi minha esposa a 11 dias estavamos felizes acho q por dia falava umas 50 a 80 vezes q amava mto e ela com um olhar lindo me dizia tbm VIDO rla 43 anos e eu 38 anos nao sei como camnhar sem ela eramos um pelo outro lado a lado ficamos juntos 2 anos iamos casar mes q vem mas apesar de pouco tempo parecia que nos conheciamos a mais de 40 anos Doooi de mais a casa era uma bagunça ela com a gargalhada xela a minha entiada tbm gritando e minha cachorra e a gatinha e minha mae hj so eu minha mae e os animais o silencio q esta aqui chega fazer barulho estou com medo de seguir sem a minha BB

  13. Há três meses e meio perdi o amor da minha vida. Está sendo muito difícil, foram quase quinze anos de convivência, entre namoro e casamento. E ele se foi de forma repentina, aos 38 anos, ao sofrer um infarto fulminante, dez dias antes do nosso aniversário de casamento. Mas a nossa filha de quatro anos me dá forças para continuar. Acho que por ela, não estou doente com depressão, mas doi muito, especialmente nestas datas festivas. Tudo me lembra ele e às vezes me pergunto o porquê…. Mas Deus tem um propósito na vida de cada um de nós…. a missão dele terminou, mas a minha continua.

  14. Perdi meu marido a 1 mes e 12 dias, tenho dois filhos uma de 9 anos e um que fez 2 anos arrecem, não estou conseguindo lidar com tudo que aconteceu nem mesmo cuidar dos meus filhos. Não tenho mais vontade de viver, preciso de uma luz pois vou acabar enlouquecendo. Ele era meu melhor amigo eu penso nele 24 horas por dia, tem vezes que acho que estou perdendo a noção de tudo.

  15. Perdi o meu marido a um ano sinto alguma melhoria no processo do luto mas a dor ainda é muito grande arde, dói, dói era muito jovem tinha apenas 38 anos foi baleado e então perdi o grande amor da minha vida…

  16. Meu marido faleceu há 1 ano e meio…tenho uma filha de 20 anos..me sinto sozinha, em momentos revoltada com Deus por permitir isso pra mim…um casamento de almas gêmeas. nao me sinto capaz de recomeçar. engordei, me acho feia, sem ilusão e perspectiva de nada…me ajudem por favor

  17. Perdi o amor da minha vida há 5 anos. Embora esteja bem (estou num novo relacionamento) não tem como esquecer a minha primeira esposa. Lembro dela todos os dias. Me emociono muito. Isso nao vai passar. Penso como estaríamos…se ela estivesse aqui. Parece que eu to numa outra vida e que eu e minha primeira esposa estamos vivendo bem numa outra dimensão. Ainda doi muito. Eu amava e era muito amado. Morreu de câncer. Suas últimas palavras foram “você é o meu amor”. Como esquecer? Impossível. É seguir na vida…sem muito sentido.

    1. Me identifiquei muito com a sua história porque embora estejamos em novo relacionamento não paramos de pensar um só instante na pessoa que tivemos. Perdi meu marido, meu amor, meu companheiro de 44anos. Me sinto sem chão, a dor é muito forte. Será que num dia com novo relacionamento vai amenizar está dor???

      1. Quem é você para dizer p alguém que o amor q ele sente ou sentiu pelo ente querido não é amor. Eu hein… Cada um sabe de si. E o fato de se estar em um outro relacionamento não diminui o amor q sente por quem morreu. Amor é amor. E ninguém substitui ninguem.

  18. perdi meu marido tem 26 dias.foi baleado na porta de casa chegando do trabalho.tinha completado 38anos ha 3 dias de seu falecimento.cheio de planos e cheio de vida.sempre querendo o melhor pra familia.foi baleado covardemente.era um servo de Deus.sempre orando e jejuando.como pode ser tocado pelo mal? implorei a Deus q operasse um milagre mas nao fui ouvida.nao tivemos uma segunda chance.ainda e dificil de acreditar pois a dor e imensa.ele era lindo por fora e por dentro,eu tinha muito orgulho dele.pai dedicado e marido maravilhoso,como pode acontecer algo assim com alguem como ele? eu sei q so Deus tem essa resposta e espero q um dia ele me conte.

    1. Oh meu Deus… Lendo seu relato, só posso te dizer que nunca se afaste de Deus… Passei por isso, a diferença é que meu esposo faleceu num acidente… A dor é imensa, fica um vazio… Mas Deus sabe de todas as coisas!
      Alguém me disse algo q divido com você: Poderia acontecer algo na vida dele q seu esposo viesse perder a salvação… Creio q as Deus prefere colher antes… Espero que tenhas compreendido
      Abraço

    2. Sinto muito pela sua perda, também perdi meu marido Lindo e Servo de Deus em 12/2023….muito dificil está sendo superar a falta dele…amor da minha vida…Não entendo os Planos de Deus

  19. Fique sem minha outra metade, perdi o grande amor da minha vida no dia 12 de março, por ironia do destino no dia das mães, estou sem chão até hoje, só Deus sabe quando irei encontrar o chão de volta pois a não ser Deus nada faz sentido, só nele estou encontrando forças!!

    1. Perdi meu Marido a 8 dias, num acidente de moto, foram 3 anos vivendo juntos e 2 anos vivendo escondido pq eramos casados, tínhamos mil planos eramos felizes, ele sofreu o acidente no mesmo endereço onde nos conhecemos, aí fico pensando o pq de tudo isso, o pq dele ter partido fizemos de tudo pra ficar juntos, uma ligação q não sei explicar, não quero viver outras relações, só espero o dia q vou poder ver ele novamente ele tinha 40 anos novo, eu tenho 36, todo mundo falava como a nossa relação era linda, hj estou perdida não tivemos filhos, mas foi o maior amor q vivi, sonhávamos com um casamento na praia tudo era perfeito, queria estar naquela moto com ele, pq tudo perdeu o sentido… hj não tenho mais medo de morrer pq sei q vou encontrar com ele, amo tanto q dói, dói a alma.

  20. Meu marido faleceu há 2 meses num trágico acidente de moto. Depois desse fato horroroso me vi em plena solidão. Num primeiro momento as pessoas próximas mandavam Msgs de apoio etc. Depois elas se esqueceram de mim… é terrível observar que somente dentro da gente…quando se perde um ente querido é que se muda tudo…vivo uma solidão horrorosa. Sinto uma saudade imensa dele. Tenho apenas 37 anos…me sinto muito sozinha.

      1. olá boa noite estou passando por isso tem 4 meses que meu grande amor se foi em um acidente de moto também porém nosso bebê tem 4 meses ele nem chegou a conhecer choro todos os dias realmente ninguém tá nem aí as pessoas acha que nunca vai acontece com elas mas que Deus conforta nossos corações.

      2. Eu fazem 20 dias e tenho muita saudades também e 40 anos, não pense que esqueceram de vc, a vida é assim mesmo, pois a a dor é superada e o que ficam são momentos bons que passamos ao lado dos que foram. Sentir se sozinho ‘a’ é natural e parte do processo. Só não espere nada dos outros senão vc ira se magoar mais e mais.

        Se cuida

    1. Oi Deyse, estou passando por isso. Perdi meu marido meu amor há 37 dias. Não está fácil, foram 22 anos juntos 3 filhos, e mesmo assim me sinto sozinha, esquecida, perdida, sem rumo. As pessoas ligam perguntam, mas mesmo assim vivo em uma profunda tristeza e solidão. Não sei o que fazer . Vou fazer 41 .

  21. Marcia eu passei pelo mesmo sofrimento que o seu . Quando meu esposo faleceu eu estava gravida de 3 meses e tínhamos nosso outro filho que os fazer 5 anos . Eu não trabalhava , tive também que sair da nossa casa pois era alugada . Voltei a morar na casinha que meu esposo construiu no quintal da avó que o criou. Mas não deu certo meu filho já tinha nascido. Voltei a morar com meus pais hj tento seguir em frente mais não arrumei outra pessoa pois não consigo esquecer minha vida de antes . Hj é mantenho com a pensão por morte pois éramos casados no Civil.

  22. Perdi meu esposo fazem 11 dias, tenho 43 anos, 2 filhos, e tem horas que meu coração parece que vai explodir, desespero, angustia é pouco, sem palavras para descrever, dentro da nossa casa, vejo ele em cada canto.

  23. fiquei viúvo e em trinta dias muito carência, não sei se justifica , me vi em um relacionamento, fui crucificado por toda a família , que também contribuiu muito para esta carência, e depois me cobraram, meu casamento foi de 46 anos, e minha esposa vinha doente a dez, doença degenerativa, sofrimento geral , onde etá meu erro?

  24. Boa tarde,perdi o amor da minha vida fazem 47 dias, a dor e muito grande parece que vou sufocar, tenho 42 anos e dois filhos menores, estou tirando forças pelos meus filhos, todos os dias e uma tortura,parece que não vou suportar de tanta dor.

      1. O grande amor da minha vida se foi, com 41 anos de idade, 3 anos de namoro e casados 20, temos 3 filhos , uma de 15 anos, uma de 8, um de 5 anos, todos planejados, desejados e muito amados.
        Meu nome estava escrito no punho direito dele , uma tatuagem que ele fez questão de fazer, a dor é imensurável, mesmo Deus cuidando de tudo, a ausência dele me frusta, sempre juntos, ele.colocava a família em 1 lugar em tudo, só ficava algumas horas longe para trabalhar, eu não consigo acreditar, ver meus filhos pedindo um abraço dele diariamente, me sufoca, só quero que ele esteja bem onde estiver, desejo que Deus o pegue nos braços e alivie a nossa dor , que cuide dele como cuida de um filho, eu jamais aguentaria ver ele sofrer, eu sempre fiz de tudo para proteger ele, ele por mim, eu jamais vou deixar de ama-lo.

  25. Olá pessoas desconhecidas , venho por meio deste recado expressar um pouco da minha dor com vcs , bom vamos lá perdi meu marido de 33 anos de idade em um acidente repentino de moto , havíamos casados á 2 anos e 5 meses fora 3 anos e 5 de namoro , hoje me encontro com 22 anos de idade estou muito perdida na minha vida , tem momentos que eu so quero chorar momentos em que nem da cama quero levantar , trabalho numa empresa bem conceituada na minha cidade , porém nada para mim tem sentido , eu estou passando uma das piores fases da minha vida , sinto um vazio muito grande e não sei se vou conseguir superar , não quero ter uma nova historia de amor , na verdade gostaria que minha vida acabasse também pois sem ele nada mais tem sentido !

    1. Larissa, te compreendemos perfeitamente. É muito difícil desconstruir um projeto tão especial, principalmente com uma perda repentina assim. Uma tragédia diríamos. No começo é sempre muito difícil. Mas a terapia pode te ajudar a elaborar o luto. É um processo que leva tempo e pode precisar de medicação para de ajudar a sair da dor. Conte com a gente do Instituto do Instituto do Casal. Entre em contato conosco por email contato@institutodocasal.com.br ou pelo whatsapp (11) 99404-2702

  26. Perdi meu marido a um mês temos um filho de cinco anos.Sinto q voltar pra nossa casa não é recomeçar.Estou temporariamente com meus pais.

  27. Perdi meu esposo tem um mês em um acidente de moto. Estávamos juntos a 5 anos, morando juntos desde segundo ano de namoro na casa da minha mãe, até nossa casa ficar construída. Casamos oficialmente em dezembro de 2019 e no dia 10/04/2020 ele sofreu um acidente de moto e me deixou..
    Eu lembro exatamente que pedi pra ele não ir.. e ele foi. Eu nunca tinha perdido ninguém, nunca tinha ido a um IML e a um cemitério, e enterrar o amor da minha vida, onde tínhamos planos e projetos foi cruel. Hoje, tem dias que dói muito e tem dias que fico agindo normal. Ele trabalhava embarcado, ficava 28 dias no mar. Fico com a sensação que ele está embarcado e sem sinal de internet e que já já ele vai voltar como sempre fez. Ele tinha 34 anos e eu tenho 26 anos, foi meu primeiro namorado e eu não quero mais ninguém. Sempre fui fechada pra relacionamento e era com ele que eu queria viver eternamente. Quero muito reencontra-lo.

  28. Perdi meu esposo faz 11 dias,depois de 18 anos juntos..que dor nunca na minha vida imaginei sentir um vazio tão grande.tem dias que acordo sem vontade de sair da cama,quando vai chegando a noite começa me dá ansiedade,vontade de chorar,gritar e até morrer pra ver se está dor passa..eu tenho 3 filhas 19/07/13 anos penso muito nelas por isso ainda estou aqui.tenho 35 anos quando nos conhecemos eu e ele tínhamos 17 como dói saber que nunca mais vou ver meu amor

    1. Claudete, nós sentimos muito. É muito difícil perder um grande amor. Não se cobre em excesso. Você vai precisar reinventar a própria vida e o tempo ajuda. Que bom que você tem um vínculo forte com as três filhas. Faça algo que goste, você vai precisar redescobrir maneiras de ter prazer na vida. Peça ajuda, você não está sozinha.
      Se precisar estamos à disposição. Entre em contato conosco por email contato@institutodocasal.com.br ou pelo whatsapp (11) 99404-2702.
      Um forte abraço.

  29. Perdi meu marido à 7 dias,tento ao máximo segurar a dor e o choro mas as vezes é inevitável. Tenho muito apoio da minha família e amigos,mas nada tem sentido sem ele. Foram somente 11 meses juntos e isso me deixa mais triste pois fico imaginando como seria se ele ainda estivesse aqui. Ele era tão novo apenas 25 anos e eu só tenho 19,ele me fez a mulher mais feliz do mundo. Foi um notícia repentina pois ele estava no trabalho,pois sempre quis dar uma vida melhor pra gente e futuramente para nossos filhos. E nada disso agora será possível. E o pior é que desconfio que estou grávida e não sei se isso é bom ou ruim,pois se for mesmo só de pensar que ele(a) não vai conhecer o pai incrível que tinha,e nem ele vai saber que tem um filho(a) me deixa mais triste ainda… por que sei que ele seria um pai babão e amoroso… Eu não sei o que fazer da minha vida,estou sem chão.

    1. Gabriela nos sentimos muito. É realmente um momento muito difícil essa perda. Continue se apoiando na sua rede de família e amigos. Você é muito nova, saiba que essa dor vai passar. Filho é uma dádiva. E se você realmente estiver grávida vai poder dizer à criança o pai incrível que a gerou. E vai poder contar a ela todas as histórias e alegrias que tiveram juntos.
      Nós estamos aqui para te ajudar. Entre em contato conosco por email contato@institutodocasal.com.br ou pelo whatsapp (11) 99404-2702. Podemos conversar.

  30. Como seguir sabendo que aquela pessoa que te faz lutar por uma vida melhor não vai esta ali te esperando quando você voltar pra casa? O que se faz,o que se fala quando se tem um filho de 12 anos super apegado a Mãe, e um de 2 anos que ainda mamava que pedi sempre o Tetê pra dormir? Pedir a razão do meu viver a 1 mês e não consigo enxergar alegria no futuro, porque ela era minha rainha, ela era zelosa, cuidadora, carinhosa, determinada. E hoje o que tenho é apenas sonhos que não vamos realizar juntos. Por Jesus Cristo, eu juro que vou pedir a Deus pra mi mostrar o motivo desse sofrimento agora…. levar uma mãe de família 32 anos cheia de sonhos, com filhos e construindo nossa casinha. Qual a razão disso tudo? Perdi totalmente meu bom humor que era algo marcante em mi….

    1. Nossos sinceros sentimentos. É muito difícil perder quem se ama. Dói muito mas o tempo ajuda nesse processo. Não se cobre em excesso, aos poucos você vai reconstruindo sua vida e dando suporte para seus filhos. Peça ajuda se precisar, a familiares e amigos. E nós estamos à disposição. Entre em contato conosco por email contato@institutodocasal.com.br ou pelo whatsapp (11) 99404-2702. Um forte abraço.

  31. Faz três anos que perdi meu marido quando estava grávida de 2 meses do nosso primeiro filho, e digo que não tem receita para passar pelo sofrimento, parece impossível no momento , mas essa dor aguda que você está sentindo agora, uma hora passa , depois fica a saudade, as vezes dolorosa, mas suportável. Os conselhos que eu poderia dar seriam; Não tente reprimir a sua dor, com medo do que os outros vão pensar, põe tudo para fora, viva o luto por inteiro, para sair dele inteiro também, para quem tem filhos é um pouco mais difícil, a gente não tem a opção de largar tudo e ficar louca, a vida tem que continuar por eles, e eles merecem uma mãe ou um pai feliz, então dê seu jeito para não passar essa tristeza para eles (eu tento até hoje rsrs )
    Não temos como saber o porque de tudo , a vida é assim, ninguém passa por essa vida imune ao luto, temos que ter a consciência da morte, a gente foi educado para não falar sobre isso, mas cara todo mundo morre um dia e o que fica é o que vivemos com aquela pessoa, ela ou ele morreu sabendo que era amado? Poxa tem tanta gente que passa a vida toda sem viver um amor A maioria aqui é sortudo por ao menos ter vivido isso, e amores assim são eternos, nem a morte consegue acabar. Seja grato por isso, por ter tido a sorte de viver com aquela pessoa. Enfim acredito que a vida aqui na terra seja só sofrimento e que Deus tenha planos melhores para nós lá em cima, enquanto isso, vamos fazendo o melhor que podemos aqui embaixo pelo os que ainda estão conosco.

    1. Meu namorado só tinha 18 anos quando o perdi. Faríamos 4 meses amanhã. Parece pouco tempo, mas nos apaixonamos logo depois de nos conhecermos e foram meses de um amor muito intenso. Foi algo fulminante, conversamos por mensagem normalmente algumas horas antes dele sofrer o que provavelmente foi um infarto. Se passaram um pouco mais de 20 dias e a dor tem amenizado com o apoio da família e amigos. Mas ainda é muito difícil crer no que aconteceu, planejávamos nos casar e ter uma vida juntos e eu ainda tenho pensamentos de que seria melhor eu ir com ele do que ficar aqui. Ele era um homem admirável, apesar de novo, era correto, cavalheiro, romântico e carismático. Não consigo pensar em outro alguém para dividir a vida depois de conhecê-lo nem me parece que vou viver uma vida feliz sem ter ele comigo. É doloroso ler as mensagens, ouvir os áudios e ver nossas fotos em que nosso amor é tão nítido. Ainda não procurei ajuda profissional pois não me sinto pronta, mas será que eu já deveria? Não mais penso em tirar minha vida, pois isso o deixaria decepcionado e triste. Mesmo com o cuidado dos familiares, inclusive dos pais dele que cultivo uma amizade e dos amigos, me converti à Deus. Eu sempre acreditei, mas minha fé era escassa. Meu namorado também era católico e tinha mais formações na Igreja e entendimento do que eu. Recorro à Jesus e ao Senhor para encontrar o alento e o amor que eu preciso para viver uma vida inteira ou até onde Ele me permitir sem o meu parceiro.
      Ninguém me entendia ninguém me amou e me cuidou como ele.

  32. Perdi minha Querida Esposa há quase 2 meses, mas confesso que não consigo aceitar isso tudo. Fica mais difícil a cada dia, e minha maio vontade é de partir também, não consigo ver graça em nais nada, o que me mantém em pé ainda, é um pedaço dela que ficou, minha filha amada, fruto de 30 anos de uma união. Foram anos de amizade, dedicação, comprometimento, compreensão,, muito sentimento envolvido, para ter um desfecho tão cruel. Desculpe o desabafo….

  33. Perdi minha esposa a 25 dias, tenho dois filhos (22/15) eu tenho 45. Compartilho com todos a mesma dor o meu amor por ela é imenso. Estou me apoiando nos momentos maravilhosos que passamos, fazendo atividades físicas, terapia e trabalhando. Seguir é bem difícil, pois lembro dela todos os dias do sorriso largo, do brilho no olhar, dos carinhos e tudo mais que fazíamos juntos.
    Espero que com o tempo, essa dor/luto se amenize. Vou deixar meu WhatsApp 65 999098717, caso alguém queira conversar e aprender juntos como passar por isso. O ADM está de parabéns pois não encontramos muito lugares para falar sobre o luto.

  34. Olá, sou Stefan, o grande amor da minha vida partiu em 22/04/2021 aos 43 anos. Tenho 45, e uma filha de 18, minha filha me apoia e eu a apoio. Realmente não é fácil, mas também me apoio a todos os momentos que passamos juntos durante 23 anos, e foram 23 anos de plena felicidade, vivi um “conto de fadas” com ela, posso dizer que vivi o felizes para sempre. Voltei a trabalhar dia 26/04, comecei a fazer terapia, e só assim comecei a ter forças para seguir a vida sem estar com ela. Vou dormir e acordo pensando nela. Estou aprendendo a arte da paciência, o mais engraçado é o caos emocional, sinto raiva, sinto saudade, tristeza, alegria, tudo junto, ao mesmo tempo, e tenho aprendido muito com isso, está me ajudando a me compreender.

  35. O amor da minha vida se foi há 1 mês e 5 dias. Saudável, novo 37 anos, sem nenhuma comodidade. Em 10 dias, a covid-19 o levou de mim. Um músico multi-instrumentista espetacular, respeitado e admirado por muitos. Sempre muito humilde, simples de tudo, acolhedor, responsável com o trabalho, apaixonado pela música, loucamente apaixonado pela música. O meu amor e eu somos a junção perfeita, o encontro perfeito, o enlaçamento perfeito. Ele me ensinou boa parte do que eu sei hoje. Ele é responsável por muito do que eu sou e conquistei hoje. Quem olha pra um, vê o outro. Cúmplices, confidentes, amigos, PARCEIROS. Ficante, namorado, noivo, marido, esposo, amante, meu veinho, meu bebê, meu neném, meu fofinho. Um amor perfeito, um relacionamento perfeito até não brigas. Nossas tardes quer viravam noites, madrugadas cantando e tocando desde mpb aos hinos da harpa. Nosso inglês todo errado, o seu falsete meio voz de cabeça envergonhado. Ed Motta, Maria Gadú. Nossa risada, nosso ninho, nosso cantinho. Você me falava sobre os artistas, me ensinava de um jeito que eu nem percebia que era aulão de vestibular, enquanto eu ficava deitada no seu peitoral. Também tinham os momentos do violão, em que você não queria me falar de novo, pela 1487ª vez como se formava aquele acorde, a gente sempre se dispersava. Eu deitava, ou cantava, você tocava violão, ou fingia no piano, ou ia ver live do Cuca.
    Meu amor faz falta de mais, e eu não sei se é pecado pedir pra ir junto com ele. Também não sei se é pecado sugerir a Deus que no céu nós continuemos a viver como vivíamos aqui, uma vida de sonho juntinhos. Foram 10 anos desde o primeiro olhar, e não pode simplesmente acabar assim. Ele é um anjinho que cuidou de mim em meio às minhas crises. Ele quem me acolheu quando eu tava no lodo sozinha. Foi ele também quem percebeu as qualidade que eu tinha quando nem eu mesma conseguia me olhar, e também foi ele que mesmo diante dos meus defeitos permaneceu me amando incondicionalmente.
    Deus sabe do desejo do meu coração, de fato, era tudo voltar como era antes, mas se realmente não tem como, pro meu futuro é o quanto antes estar junto a ele e continuar vivendo os nossos sonhos. Porque a dor é inconsolável, e só aumento.
    Eu te amo incondicionalmente eternamente, amor da minha vida!

    1. São bonitas palavras e linda a sua história! Desejamos que você encontre forças para continuar caminhando e contanto a todos sobre esse amor real e bonito melhor do que qualquer filme de cinema! Nunca é fácil, mas se apoie em amigos e familiares e se precisar conte com a ajuda de terapia. Fique bem! Abraços.

    2. Chorei em ler seu depoimento. É lindo ouvir lindas palavras de um verdadeiro amor. E é impossível subestituir, pode até aparecer outra pessoa, porém nunca será como seu grande amor 💘
      Parabéns , Deus te abençoe

  36. Olá boa tarde!!! Perdi meu marido fazem 22 dias e acho que essa dor, esse sofrimento e esse choro nunca vai passar…estou como se estivesse sozinha no mundo…pra completar toda essa situacao de extrema tristeza, meu pai tbm morreu na quarta feira passada…estoy vivendo um pesadelo…ainda nao acredito!!!

  37. Boa noite Patrícia.
    Sinto muito pelo momento que esta passando. Minha esposa faleceu a 23 dias foi morar com Deus meu grande amor. Estou suportando com a fé em Deus e minha filha de 9 anos.
    Se agarre em Deus e na família, vamos superar esta dor com muita fe em Deus pous ele nos ama sempre

  38. Boa noite Isabelly.
    Sou Claudinei
    Lamento muito sua perda.
    História linda de amor eterno.
    Também perdi meu grande amor a 23 dias. A covid interrompeu nossos sonhos. Saudável e linda se foi ais 42 anos. Histórias igual a sua. Sou músico.
    Estou se agarrando em Deus com muita fé ele nos dará a resposta um dia. Deus abençoe.

  39. Bom dia sou a Elizangela também perdi meu pai e em seguida perdi meu esposo , hj tem um mês e 14 dias não sei como seguir em frente, parece que tudo perdeu o sentido, a vida, quando estou em casa só tenho vontade de chorar, éramos muito unidos, muitos planos e sonhos interrompidos, o q me mantém de pé é meu filhinho de 5 anos , é o q me fortalece, pedindo forças para Deus pra amenizar essa dor e dar um sentido pra minha vida, pois parece que o mundo acabou pra mim.

    1. Elizangela nós sentimos muito pela sua perda. Você precisa ser forte, pois seu filho precisa de você. Conte com a ajuda de terapia para lidar com o luto, pois você não está sozinha. Entre em contato conosco (11) 99404-2702. Um forte abraço.Fique bem!

  40. E quando se vive um luto sem morte? Meu marido sofreu um acidente de bicicleta em setembro de 2018. A queda se causou sérias lesões na coluna e nas costelas. Ele caiu próximo a uma cidade pequena, no estado de Goiás. Tivemos muita dificuldade para levá-lo à nossa cidade. Ao chegarmos em um hospital maior, ele passou por vários exames e, foi necessária uma cirurgia delicada na coluna. Embora a cirurgia tenha sido muito longa, ele acordou bem, falou comigo. Eu o deixei na UTI acordado. Passaria por um dia lá, somente como protocolo, devido ao tempo longo da cirurgia. Vinte minutos após eu ter saído de lá, ele sofreu uma parada cardiorrespirátoria que o deixou no chamado “estado de consciência mínima”. Hoje, ele não falar, não se alimenta pela boca. Por vezes, chora e aparenta estar consciente, mas, logo volta ao mesmo estado. Nunca mais ouvi sua voz! Vê-lo assim, todos os dias, me causa um sofrimento terrível! Ver nossos filhos crescerem com essa experiência difícil, tem me feito sofrer em dobro, imaginando a dor deles, sem ter como mudar essa situação. É um luto sem morte. Ele sempre foi meu companheiro, um marido incrível, um pai excepcional. O silêncio de todos os dias, as demandas da casa, filhos, trabalho… me deixaram triste demais! Tento seguir em frente, mas, é tão difícil o dia a dia. Além de toda a responsabilidade que recai em meus ombros. Já fui julgada pelos parentes dele. Ouvi tantas coisas difíceis de encarar. É muito duro viver esse sofrimento com tão pouco apoio. Sinto-me sozinha sempre! Como superar isso? Como seguir em frente se, ao mesmo tempo, há uma pessoa que você ama demais em uma cama? Mesmo com as terapias e medicações, é muito difícil acordar todos os dias, sem o som da voz dele. Vê-lo assim, me mata a cada dia.

    1. Só quem vive é que sabe as dificuldades dessa situação Simone. Procure por terapia para ter como expressar e lidar com esses sentimentos. Nós podemos te ajudar. Entre em contato conosco. (11) 99404-2702. Um forte abraço.Fique bem!

  41. Perdi o Amor da minha vida a 1 ano e 25dias aos 36 anos de Idade vitima de Covid, tinhamos 12 anos de casados, nao tivemos filhos, hoje estou com 33 anos,parece que foi ontem, até hoje nao consegui me recuperar, os dias sao cinzas, a sua falta é tão grande que falta forças pra continuar, parece que tudo piora com o passar dos dias, a vida ficou sem sentido, ele era meu amor, meu marido, amigo, confidente… Não sei oque faço, a dor me corrói por dentro dia após dia.
    Estou tomando remédios pra me ajudar na depressão, mas mesmo assim nao está sendo fácil, é uma dor que nao tem explicação, não tenho mais planos de nada, minha vida nao tem sentido sem meu amor
    nao queria está aqui sofrendo tanto

    1. Regiane nós sentimos muito pela sua perda. Aconselhamos que se apoie em amigos e na família e não exite em pedir ajuda. Você fez muito bem em começar com a medicação, se necessário faça terapia para que você consiga lidar com a dor que está sentido. Nos envie uma mensagem para podermos conversar. (11) 99404-2702. Um forte abraço.Fique bem!

  42. Bom dia, meu nome é Bruna e perdi meu marido no dia 08/04/2021 para o Covid19, Eduardo tinha 42 anos e super saudável, foram 18 dias internado sendo 15 dias no CTI intubado, vivemos 22 anos juntos sendo 6 anos casados no religioso, temos uma filha de 12 anos que é o xerox dele, tenho sofrido horrores e me sinto completamente sozinha mesmo que tenho vários familiares em volta. Meu marido era um homem e pai exemplar, tinha além de marido um companheiro, amigo, amante eu perdi o rumo da minha vida. Iniciei a 10 dias tratamento com antidepressivo e ansiolíticos e terapia mas acho que mesmo assim a dor não passa, sempre vivemos um para o outro fazíamos tudo juntos, minha vida perdeu realmente o sentido, não consigo nem apoiar minha filha nesta momento.

    1. Bruna sentimos muito por tudo que está passando. Você fez o correto, começou com a medicação e com a terapia, além de se apoiar na família. Nós te incentivamos a continuar o tratamento dia após dia para que se sinta bem e consiga dar apoio também à sua filha. Se quiser conversar mande uma mensagem para nós. (11) 99404-2702. Um forte abraço. E fique bem!

  43. Boa noite tenho 39 anos, perdi meu marido tem 3 meses temos uma filha de 13 anos Não tá fácil a gente viveu 23 anos juntos… não consigo conformar a dor está insuportável.
    Não penso em ter ninguém na minha vida .

  44. Faz 5 meses q perdi meu esposo com covid no dia q ele morre estava fazendo 1 ano e 6 meses q minha melhor amiga, minha querida mãe foi atropelada por caminhão q levou d mim não é fácil perder pessoas a gente tanto ama , hoje estou aqui na luta cuidando dos meus filhos por eles tenho q seguir mas não é fácil, juntar os cacos a cada dia , sou mãe e pai q Deus abençoe todos nós que perdemos quem gente amou muito

  45. Perdi minha esposa A 8 meses para esta doença kovid 19.
    Iriamos fazer 40 anos de casados este ano, eu simplesmente não consigo aceitar a cada dia esta mais dificíl viver sem ela.
    Hoje vivo mais sinto que não tenho vida estou morto por dentro não tenho vontade de continuara a viver pra mim esta sendo um fardo a vida.

    1. Amanda nós sentimos muito pela sua perda. Entendemos como é doloroso e difícil o que está passando. Busque se apoiar na família e amigos, e só o tempo dia após dia que conseguirá se reerguer. Estamos por aqui sempre que quiser desabafar! Abraços

  46. Minha esposa faleceu há dois meses, ela tinha 38 anos. Estou tentando me refazer, tentando criar nossa filha de sete anos. Mas cada dia fica mais difícil. A morte da minha mulher era quase que previsível. Ela tinha transtorno de personalidade borderline. Pra mim tem sido difícil, pq a cada novo dia me lembro que ao longo dos dezesseis anos de relacionamento, fui me afastando do compromisso que eu tinha, desde o namoro, de tentar cuidar e proteger as emoções da minha mulher. Sinto-me culpado por ela ter desistido de tudo e ter partido. E agora, tô aqui, um homem de 44 anos, sentindo-me perdido, como um garoto esquecido pelos pais na rodoviária.

    1. Sentimos muito Reinaldo. Cerque-se de pessoas e familiares que possam ajudar a você à sua filha nesse momento. Também indicamos a terapia para que você possa encontrar novos sentidos e significados na vida. Nós podemos ajudar você. O agendamento pode ser feito em nosso site ou através do whatsapp!

  47. Perdi minha esposa a 2 anos em um acidente automobilístico , ficamos casados durante 7 anos tenho duas filhas uma de 3 é uma de 4 anos, a luta sempre foi e tem sido árdua, a falta, o sentimento de que ela vai voltar é muito presente em minha vida , sonho com o toque , com a presença dela semanalmente , converso com ela em meus momentos sozinho, peço a Deus inteligência e sabedoria para com as crianças que estão muito bem, mais vejo que está dor é uma ferida que não vai fechar nunca mais em minha vida. Quero cumprir meu papel de pai como tenho feito e aguardar por um dia quem sabe um reencontro espiritual .

  48. Perdi meu companheiro de 30 anos no dia de Natal, em 2021. Ele sofreu um infarto fulminante em meus braços e foi um choque. O último ano oscilei entre diferentes estados de humor, as vezes querendo ficar isolada, as vezes tendo coragem, uma indizível dor, física mesmo, tomou conta de mim. Ele tinha 65 e eu faço 60 na próxima semana. Ainda me sinto um pouco paralisada. Tenho me esforçado, mas é o túnel mais escuro que já tive de atravessar na vida.

  49. Olá meu esposo partiu a 38 dias , também sinto um vazio imenso não vejo futuro sem ele , vivíamos fora do país por motivos financeiros tive que voltar a morar fora , sinto uma dor imensa afinal só tinha ele e eu aqui no país que me encontro , tudo me lembra ele , temos 3 filhos pequenos e fico triste em ler comentários e saber que muito gente está passando por essa dor , e para completar esse mês ele faria aniversário

  50. Ola pessoal.
    Meu nome é Eloiza, meu marido tinha 60 anos e faleceu infarto fulminante em casa. Foram 20 anos. Nãotivemos filhos e sim uma cachorrinha.
    Para mim esta bem complicado, mas a terapia tem me ajudado, a seguir em frente. Dias que esta tudo bem, outros não . Sinto saudades kk até chatices. Mas estou seguindo. E aconselho terapia e ter Deus em nossas vida ajuda muito. Minha familia tem ajudado muito. Mas agora estou voltando para a minha casa e realmente tenho a sensação que a qualquer momento meu esposo vai aparacer. O dia a dia é dificil. Mas estou seguindo, todo mundo da palpite. Eu ainda me sinto meio perdida. Mas estou reformando a minha casa aos poucos e a minha vida. Eu falo que o tempo é cruel, mas tem me ajudado a vencer a ansiedade e os meus medos.

    1. bom dia, Eloiza, a dor é muito grande. Perdi meu esposo dia 01/04/2023. E inacreditável, doloroso. Foram 28, quase 29 anos juntos, 2 filhos. Ele teve um avc dentro do hospital onde estava internado.

  51. Estou no chão!!!
    Perdi meu esposo, companheiro, amigo, inteligente, engenheiro, fazendo obra até um dia antes, um amor de alma como dizíamos um por outro.
    Falávamos que iríamos juntinhos para eternidade na continuação deste amor intenso, louco mesmo depois de 40 anos de casados com 4 filhos e 4 netas
    Nos olhávamos apaixonados
    De repente por uma pneumonia foi me tirado
    Choro muitoooo e não consigo ter aceitação
    Estou com raiva e não consigo planejar ou fazer nada
    Tínhamos muitos planos ainda juntos e não posso aceitar esta vida é amor interrompido
    Casamos crianças ainda !!
    Agora que nós iríamos nos aposentar para viver este grande amor ainda, ele simplesmente vai embora
    Estou revoltada até com Deus!!!
    Sempre tivemos muita fé mas estou fraca espiritualmente e não aceito nada
    Vivo sozinha pois os filhos são casados
    Eu e meu esposo com 68 anos e trabalhando ainda pois gostávamos!
    Agora não consigo nem sair de casa
    Meu mundo caiu…
    Ele prometeu nunca me deixar sozinha..,
    Estou dentro do buraco que foi aberto….

    1. Sentimos muito que esteja passando por isso Ilda. Que linda história cheia de companheirismo, afeto e amor! Vivencie seu luto. Tenha seu momento de introspecção e se apoie na família e nos netos. Se necessário busque por ajuda profissional e inicie a terapia. Nós podemos atender você. Esperamos que fique bem! Abraços

  52. Perdi meu companheiro de cinco anos de união há um mês e cinco dias. Vivíamos um para o outro. Fui a psiquiatria de um hospital e desde daí, tomo medicamento diariamente. Porém, o desespero, a angústia de não tê-lo mais, persiste e não sei até quando. Se existirem almas penadas, eu sinto-me um, buscando meu companheiro em todo lugar.

  53. Perdi meu companheiro há um mês e seis dias após união de mais de cinco anos. Vivíamos um para o outro. E agora somente sinto tristeza, angústia e desespero. Sou como uma alma buscando meu companheiro. É muito difícil viver assim.

  54. Perdi minha esposa há pouco mais de 2 meses, depois de 4 anos lutando contra um câncer. Ela tinha 44 anos e íamos completar 20 anos de casados esse ano. Temos uma filha de 16 anos e não tá sendo fácil. Agora depois de 2 meses parece que piorou, a saudade bate todos os dias, olho suas fotos e começo a chorar, não consigo nem dar atenção pra minha filha, fico muito nervoso pensando que ela não volta mais e ainda tínhamos muito há viver.
    Não consigo me conformar e estou sem rumo.

    1. Eliseu sentimos muito por esse momento de vida que está passando. Se apoie na família e amigos para ser um bom exemplo para sua filha. E conte com a ajuda da terapia para superar esse momento de luto. Entre em contato conosco. Esperamos que fique bem. Abraços

  55. Uma história de amor de 35 interrompida pela covid😭

    História Ronny & Andréa O dia e o mês foram: 16/09/1985(foi o melhor dia da minha vida, amor a primeira vista♥️😍)… Vi essa mulher na janela da sala da minha tia e me apaixonei loucamente( Ao som dos meninos If you he not here by may Sid♥️)…
    Depois de sairmos algumas vezes, em 16/09/1985 pedi em namoro 🥰… Namoro com muitas idas e vindas…
    Não entendia o porquê de tantas voltas? 🙄…
    Em 10 de maio de 1987 noivamos, em setembro desse mesmo ano ela desmanchou o noivado 😢… Lembro que joguei as alianças num matagal… Não é que ela ficou a noite inteira procurando as alianças e as encontrou? 😅
    Foram 8 meses ela me implorando pra voltar e já tinha decidido, nunca mais… Mal sabia eu que não era eu quem estava decidindo e sim Deus🙏… E voltamos …
    Em 15 de dezembro de 1988 casamos no civil em Santa Branca SP
    Em 17 de dezembro de 1988 casamos no religioso♥️…
    Desde então foram muitas lutas, muitas vitórias e algumas derrotas …
    Enfrentamos ataques do inimigo tentando a qualquer custo nos separar mas nunca fomos derrotados pq era Deus no comando🙏 …
    Depois de perder alguns empregos, fui ser sócio de uma escola em Uberlândia MG que não durou muito tempo…
    Voltamos para Jacareí SP e a Andréa♥️ me convenceu a montar meu próprio negócio… Aguentei muitas piadas e olhos gordos, dificuldades mas todas vencidas em Deus 🙏…
    Mal sabia eu que não era eu, era Deus no comando🙏… Foi trabalhando pra mim que pude cuidar bem melhor da saúde dela (hoje vejo que foi providência divina ter meu próprio negócio 🙏)… Mesmo eu não sentindo cheiro e não tendo um bom paladar, ela me ensinou a cozinhar e desde então, cozinhei a vida inteira para ela e para os filhos😋, aos domingos de manhã eu levava café na cama para ela (pão com manteiga na chapa, café com leite, mais café do que leite, era assim que ela gostava), tomando café na cama que decidíamos o que faríamos de almoço dos domingos)… Eu tinha tempo para levá-los e buscá-los a médicos, fazer exames, a trabalhos e etc …
    Por 3 vezes quase me separei de fato dela, por brigas bobas por ciúmes😢… Não conseguia ficar um minuto longe dela e dos filhos e logo já estava em casa…
    Em vida nos perdoamos de coisas que fizemos ou deixamos de fazer, por palavras que machucam, qual casal que não tem dificuldades que atire a primeira pedra🤔)… Mal sabiamos nós que era Deus no comando🙏…
    Com uma vida boa sem luxo, assim foi o nosso relacionamento até fevereiro de 2020… *O sobre natural* Numa madrugada de fevereiro de 2020 acordei às 3h da manhã e vi que a Andréa♥️ não tinha acordado, timei água e fui no banheiro, de volta pro quarto, vi ela dormindo e pensei, uma veiona dormindo parecendo um bebê… Escutei uma voz dentro da minha cabeça que disse: esse ano vocês irão se separar… Respondi a voz: O que Deus uniu, nem homem nem mulher irão separar… Meu filho teve um pesadelo que ela morria e nosso quarto seria mudado e assim se fez… Minha cunhada caçula também sentiu que ela estava partindo… Ela mesmo dizia que sentia que estava sentindo que sua vida nesse mundo estava chegando ao fim😢…
    Essa bendita pandemia, praticamente parou meus negócios, descobrimos linfonodulos nela, foi fazer biópsia e pegou covid, levou a Andréa♥️ minha vida😭, minha filha tentou suicídio, estava grávida(Deus é maravilhoso meu neto o milagre da vida dela🙌) … Para mãe e filho sobreviverem graças ao bom Deus conseguimos por volta de 80 mil reais mais ou menos (injeções para não coagular o sangue por 10 meses e meio, descobrimos que nossa filha tem trombofilia 😳)… Já tínhamos feito uma campanha para doação de sangue para Andréa que Deus tbm abençoou(antes de contrair covid ela fez transfusão de sangue😔…
    Abençoou tbm com uma casa que ela foi contemplada no número 20🙇… Tinham mais de 6.000 inscritos🙏…
    Só que em 18/08/2020 Deus a recolheu😭
    E desde então pra mim tem sido uma luta superar todas essas coisas😢💔 … Mas Deus vai me levantar, em nome de Jesus eu creio 🙇

    1. Que linda história de amor Ronny! Obrigado por compartilhar esses momentos vividos cheios de amor, vitórias e lutas. Desejamos que você encontre forças para superar a aproveitar a vida ao lado dos seus filhos. Abraços

  56. Perdi meu companheiro no dia 05/04/2023 ele teve um infarto fulminante, parece mentira , faz pouco mas de 1 mês e ainda não consigo acreditar que ele se foi, que nunca mais vou vê-ló. Não consigo aceitar , dói muito , choro todos os dias, q imagem dele não sai dos meus pensamentos. Temos uma filha de 1 aninho que ele amava muito, ele tinha tanto medo de não conseguir ver ela crescer. Tínhamos tantos planos de cá estou eu sozinha, pedindo a Deus para que preencha meu coração com seu amor , porque não é fácil seguir , somente Deus para acalmar nossos corações e nos dar força e esperança.

  57. Bom-dia perdi minha esposa em um acidente está com 23 três dias essa dor é tão terrível meu Deus ela tinha apenas 26 anos de idade a gente viveu juntos 6 anos tivemos um filho o que doe mas ainda pq ele tem apenas 3 anos a gente éramos tão felizes estou perdido não tenho rumo pra vida ta muito difícil pra seguir em frente meu Deus mim der forças…

  58. Boa tarde! Vai fazer um mês dia 17 que meu marido se foi ele sofreu uma queda de cima do seu caminhão teve um Avc e caiu da queda teve um traumatismo cranioencefalico grave ficou internado 63 dias de muita luta ficou em coma 30 dias entubado fez traqueostomia pegou infecção até que no dia 17/05/2023 não resistiu e faleceu eu tinha muitas esperanças dele voltar e se recuperar apesar das sequelas ,o hospital já tinha mandado arrumar o quarto para ele vim pra casa ele abria os olhos,tentava falar,fazia gestos foi inexplicável ele teve uma parada cardiorespiratoria os médicos falam que muita medicação afetou seu coração, ele me deixou uma filha de 10 anos e tá sendo muito difícil agente se amava muito tinha muitos planos ele era um pai sem igual uma pessoa alegre ,onde chegava fazia amizade gostava de ajudar à todos, eu pedir tanto à DEUS para dar uma nova chance à ele.Hoje estou sem rumo ,não sei o que fazer não tenho ânimo pra nada é um vazio e preciso de forças para criar minha filha mas quando a vejo sem a presença do pai é uma dor sem igual,me ajude é normal estar assim né?Será que um dia vou voltar a ter ânimo, esperanças na vida?

    1. Sentimos muito Chirlara. É normal passar por esse processo de luto e cada pessoa tem seu tempo para assimilar e seguir em frente. Se apoie na família e amigos. Agora você deve ser forte para sua filha. Se sentir que não consegue sozinha, inicie a terapia. Vai te ajudar muito.

  59. Boa tarde hoje está fazendo 27 dias que minha esposa faleceu estávamos casados a 34 anos, nos casamos ela tinha 14 para 15 anos e eu 16 para 17 anos estou muito triste, sentido muita falta dela peço a Deus para deixar ela me levar com ela não estou aguentando mais.

    1. Sentimos muito Ronaldo. Se apoie nos familiares e amigos nesse momento. Realize uma viagem para experienciar coisas novas. E inicie a terapia para poder lidar com a dor da perda. Estamos aqui quando quiser

  60. Perdi o amor da minha vida para um infarto fulminante. Vivemos toda infância juntos, namoramos dos 11 aos 24 anos de idade, tivemos um filho que hoje tem 17 anos, nos separamos por conta da vida ter tomado rumos diferentes mas mantivemos nosso amor guardado e nutrido mesmo que de longe. No dia 18 de Agosto de 2022 depois de anos sem nos falar, Sandra me ligou para dizer que eu ainda era o amor da vida dela mas eu já estava casado novamente e não pude sequer retribuir o carinho e dias depois no dia 31 de Agosto de 2022 ela teve um mal súbito e faleceu, ela tinha apenas 41 anos. Eu não sei o dia exato em que eu nasci pois fui encontrado abandonado em uma estação de metrô em São Paulo mas a estimativa é de que eu tinha entre 1 e 4 dias de vida. Sandra tinha uma teoria de que nós nascemos no mesmo dia (o que poderia ser muito possível). Tínhamos até o mesmo nome 🙂 Ela sempre foi e sempre será o maior amor da minha vida. Faz 11 meses que não consigo parar de chorar e sentir a perda dela. Isso está afetando meu casamento atual meu trabalho, tudo e a realidade é que só queria poder voltar no tempo e nunca ter saído do Brasil e sinceramente o que eu mais queria era estar com a vida organizada e partir, partir pra ficar com ela, pra sempre. Essa dor, essa ferida nunca vai fechar, nunca vai parar de doer, como viver com esse peso de ter perdido o amor de sua vida e a culpa de não ter estado lá e de sequer ter podido se despedir 🙁

  61. Perdi meu esposo dia 12.06.23! Fiquei sozinha com dois filhos pequenos, um de 6 e outro de 10 anos, sendo que o de 10 anos é PC não caminha. Estou muito triste, não sei como irei dar conta! É uma dor sem explicação…

  62. Dor imensurável. Perdi o GRANDE AMOR DA MINHA VIDA dia 14/04/20023, estou sem acreditar, pois meu marido era meu maior incentivador, amigo, parceiro, confidente, namorado, amante, em fim, ele era minha alma gêmea. Foram 12 anos de amor intenso, eternos namorados, mas infelizmente teve um AVC Hemorrágico com apenas 54 anos.
    Estou colando os cacos a cada dia, pois desde a sua partida eu não vivo, apenas sobrevivo pela misericórdia de Deus.
    Meu amor era surfista, amante do esporte, porém a hora dele chegou infelizmente.
    Amarei esse homem maravilhoso para SEMPRE.

    1. Sei a sua dor Kellem, meu marido era fotografo e amava a Natureza e as ondas do mar…..era meu melhor amigo, amante, companheiro, parceiro inseparavel, perdi ele há 25 dias e a dor é imensa…NÃO SEI COMO VOU SEGUIR….Oro a Deus por uma resposta, mas ELE não me responde porque ….iriamos fazer 13 anos juntos em Fevereiro de 2024….Sinto muito por sua perda! Oremos uns pelos outros

  63. Boa noite, eu estava a 3 anos sem falar com meu amor pai dos meu filhos filhos eu o trai ele me perduou eu abondonei ele, voltei de novo mais tiveram várias detalhes nesse término de casamento de 9 anos mais os últimos 4 anos que nos separamos ficamos os 3 anos sem se falar abandonei ele e ficamos sem se falar por 3 anos ele sem nem sequer sabendo onde eu morava pq tinha medo de pegar nossa filha pq já tinha ficado com ela uma vez por 11 meses sem mim, enfim ele morreu eu me culpo pq fiquei 3 anos sem falar com ele querendo falar mais não tive força ele não via nem sequer fotos deles porque eu não queria, e perdi os último 2 anos lutando com o pai do meu terceiro filha que e doido esquizofrenico da cabeça, ele o pai dos meu 2 filhos que faleceu a 1 mês abandonado nesses 3 últimos anos caiu na bebida acho que em drogas também sem saber onde estáva os filhos, muita culpa remorso e arrependimento tenho eu por ter abandonado meu marido e amigo apesar de todas as nossa diferenças ele era tudo pra mim no sentido de viver e eu não enxergava porque me perdi por insatisfação de achar que poderia ser feliz com outra pessoa, aí cai a ficha tarde demais eu era feliz e não sabia, somente qd ele morreu me dei conta do buraco na qual cavei minha sepultura ao deixá-lo e após a morte arrependimento de tudo e do tempo que poderíamos ter passado juntos nessa 3 últimos anos pelo menos ou pelo menos ele ter visto os filhos ou ter falado alguma palavra com ele de perdão ou sinal de vida ou ter contado que estava afastada por causa da gravidez .. e por medo dele pegar nossa filha …mais não custava eu ligar ou colocar uma foto para mostrar que estávamos bem, mais ai tinha medo dele ficar mais ressentido com as fotos ou pedir pra falar com ela e minha filha ou filhos falar que engravidei da bebê fora que não tinha cabeça para nada pq todo dia perdia meu tempo com as loucuras do pai da bebê enfim um caos se tornou minha vida em arrependimentos…que tristeza não pode falar com ele e saber que ele se sentiu abandonado nesses últimos anos e morreu sem saber nem sequer onde estava os filhos.

  64. Olá!
    Já estive por aqui muitas vezes e quis escrever um pouco da minha história… Mas não consegui!?
    Há quatro anos perdi meu marido com quem tive a sorte de conviver por 33 anos, meu amor além do sempre… Ele era minha vida, meu sonho, meu amigo, meu amante, meu super herói, meu tudo! Ele foi embora de repente em meus braços, cena que jamais vou esquecer. Ele me deixou com três lindas filhas, frutos do nosso amor. Ainda tínhamos muitos sonhos e projetos para fazermos juntos,
    os quais tento realizar. Depois de sua partida fui parar no fundo do poço por não admitir que precisava de ajuda.
    Depois de três anos fazendo tratamento fiquei melhor, minha cabeça começou a raciocinar, que ainda estava viva. Depois de quatro anos pela primeira vez senti algo por alguém, e me senti feliz porque pensei que nunca mais iria sentir isso de novo, não é amor, mas é algo bom, mas por outro lado penso no meu marido e me sinto a pior das pessoas por isso. E isso está me deixando muito mal, não consigo seguir em frente… Quero, mas não consigo. Sei que não devo ser a única nesta situação. Peço a Deus que me abençoe com vida para que eu ainda viva muitas vidas…

  65. Boa noite, me chamo Rita, li varios relatos de AVC, meu esposo partiu há 80 dias de AVC fulminante, a dor da perda, a solidão é muito grande, foram 37 anos juntos, iamos fazer 30 anos de casados dia 08.01.24, ele era um alicerce para família toda. Além da perda vejo que não tenho apoio dos parentes próximos, apenas reclamações de suas dores e as minhas como fica. Todos os dias acordo de madrugada no mesmo horário, parece que não tem fim, eu perdi, eu me perdi estou tentando me reinventar.

  66. Fiquei viúvo em maio de 2016, após 40 anos de vida conjugal feliz e abençoada, tendo construido tudo o que sonha um casal: construimos um belo relacionamento, desfrutamos da companhia um do outro, vivemos e vencemos juntos todas as lutas proprias do casamento; tivemos 4 filhos, me aposentei e estava curtindo os dois primeiros netos. Em um mês, ela adoeceu e faleceu, quando nasceu o 3º neto; tudo desabou sob meus pés! Porém, a confiança em Deus e o apoio de amigos e familiares, superei o luto, venci a viuves e 1 ano meio restabeleci meus sentimentos, casei-me e escrevi um livro de minhas memorias e historias com a mãe dos meus filhos. “Viúvo, e agora?”

  67. Boa tarde, perdi meu marido há 25 dias…dor que não passa, acidente de motocicleta, homem alegre cheio de vida, meu melhor amigo, meu companheiro, trabalhavamos juntos, era 24 horas juntos…não sei com suportar a dor…foram 27 dias na UTI, perdi 07 kilos, não tivemos filhos pois ele tinha problema de saúde, restou nossos 06 gatinhos e um buraco enorme, dor que não passa, gostaria de ir embora com ele mas Deus não me leva embora….sei que não posso tirar minha vida pois não encontrarei com ele no Paraiso…então me pergunto, como continuar a viver assim?

  68. Oi! Tenho 33 anos e perdi minha esposa a três meses vítima de um câncer. Minha esposa também tinha 33 anos. Ficamos juntos ia completar dez anos e quase oito de casados. Tivemos três filhos Alice (13), Ana (7) e Pedrinho (6). Estou ainda como costumo dizer juntando os cacos. Perder o amor da sua vida é perder a si próprio de certa forma, pois aquilo que eu já fui nunca mais serei. Lembro da minha esposa ainda em nossa época de infância na Igreja. Depois a vida seguiu fui para o seminário me tornar padre e ela seguiu sua vida. Mas Deus resolveu nos aproximar e nascer uma amizade que com passar dos meses tornou-se amor. Me desliguei da Igreja e mesmo a meio a pedras decidimos ficar juntos. No Inicio acreditei que com tempo ela cansaria de mim. Mas a cada minuto e com passar do tempo nosso relacionamento foi crescendo. Minha esposa tinha já uma filha que na época tinha 4 anos e acolhi como minha própria filha e participei da sua criação até os dias de hoje. Casamos na Igreja tudo como ela desejava e construímos nossa linda família. Depois tivemos o desafio de perder um filho no inicio de uma gestação. Este fato nos fortaleceu ainda mais e decidimos que iriamos lutar juntos sempre. Veio a Ana e depois o Pedro para confirmar que nossa escolha foi correta em formar nossa família. Conquistamos juntos muitas coisas e nesses últimos dois anos casa, carro e uma certa instabilidade. Mas também veio a doença que nos fez sofrer em família. No inicio foi feito um tratamento e logo diagnosticado cura. Mas meses depois nos exames de rotina foi nos tido que câncer voltou no fígado e tórax. Perdemos o chão e senti que isso deixou minha esposa bem aflita. Tratamentos e exames! Consultas e choros foram nossa rotina. Vi minha esposa perder seus cabelos, vi minha esposa emagrecer e vi minha esposa cada dia ficar mais debilitada. E eu não pude tirar a dor dela. Prometi desde que descobrimos a doença não largar a mão dela e fiz isso até último suspiro dela. Começou a fase da internação em Dezembro. Tivemos alta e ela pediu para todos passarmos as festas juntos em família. Nas vezes em que eu estive com ela sozinhos me disse “Mo será que é meu último natal?”. Eu disse não chora vai dar tudo certo. E em janeiro veio a segunda internação que foram quase 50 dias internada sem estar com seus filhos e em casa. Tínhamos todos inclusive ela a esperança de que tudo ia dar certo. Acreditei até o último suspiro que ainda tinha jeito. Dai meus filhos foram a visitar e ela abriu os olhos e já não falava e só caia lágrimas ás vezes. Vi que ia perder minha esposa quando os médicos pediram para retirar a aliança, pois dedos já estavam roxos e ao tirar ela já sem falar e abrir os olhos caiu lágrimas dela. Representando para mim o quanto nosso casamento era importante para ela. Por fim perdi minha esposa aquele sorriso contagiante. Perdi meu porto onde nos momentos de tempestades ou calmaria encontrava. Me perdi, pois com a morte dela um eu tbm morreu. Ainda não consigo descrever como estou! Procuro não esquecer de quem ela foi e o que vivemos. Manter sempre sua memória sem manchas e ensinar aos meus filhos quem foi essa grande mulher que lutou até as últimas consequências por eles. Como superar? Sou novo nessa realidade mais vejo que o tempo passa e a saudade só aumenta. Hoje sou um pai viúvo que sonha em um dia após terminar minha missão com meus filhos poder encontrar minha esposa e ficar juntos com sempre desejávamos. É difícil continuar sem ela, mas sigo por nosso filhos e sei que ela faria o mesmo. Por eles vou até onde Deus permitir. Sei que ela olha por nós e nos acompanha. E sou grato por ela ter me dado nossos filhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×