Carta aberta ao Coronavírus por Denise Figueiredo

O que dizer a um intruso desta magnitude?
Você invadiu …. entrou em nossas vidas sem ser convidado … desrespeitoso, nada ético, pra mim do mal você parece ser….
Posto isso …
O que fazer com tamanha arrogância, que desafia pesquisadores, cientistas, pessoas, nações, as relações humanas, sonhos, projetos, a vida?
O que fazer com você que consegue parar a humanidade, que fecha aeroportos, limita a liberdade das pessoas, impossibilita que humanos se toquem, se beijem, se abracem…impõe a cultura do medo, da opressão, da ansiedade.
Não sei bem qual é o seu plano …
estou um pouco confusa quanto a sua próxima jogada, mas quero te dizer fomos pegos de surpresa, mas já estamos nos organizando e somos bons nisso!!!
Uma rede de cuidados, solidariedade, carinho, afetos, isolamento social, que fará com que você entre em contato com toda a nossa potência!!!
A potência da humanidade que se reinventa, que nasce e renasce muitas vezes, que cria e recria saídas para as dores mais impensadas, e que possui botões dentro de si como a esperança, a fé, o amor, que tem o poder de transformar o pior no suportável, no possível. ´
Se prepare Coronavírus… você não pode tudo!!! Você não imagina do que somos capazes!
Seus dias estão contados.

texto escrito por nossa diretora Denise Figueiredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×