8 motivos para fazer terapia de casal

Cuidar da saúde emocional é tão importante quanto cuidar da saúde física. Entretanto, quando se fala em fazer terapia muitas pessoas ainda são resistentes e carregam crenças negativas sobre o assunto, especialmente quando o tema é terapia de casal. Mas, afinal, você sabe o que é terapia de casal e como ela pode contribuir para os relacionamentos afetivos e sexuais?

Denise Miranda de Figueiredo, psicóloga e especialista em terapia de casais, explica que a terapia de casal é instrumento poderoso de ajuda em situações de mudanças, crises e/ou conflitos na vida dos casais.

“O terapeuta atua como um mediador de discussões, conversas e questionamentos da vida conjugal, ampliando e trazendo novas possibilidades de conversa desses casais. Ao longo do processo, que pode ou não ter um tempo determinado, o casal tem a chance de reavaliar e ressignificar a relação,” explica Denise.

Qual a hora certa para fazer Terapia de Casal?

O objetivo principal da terapia de casal é melhorar a qualidade do relacionamento para vivenciar uma vida conjugal mais harmoniosa e feliz. Entretanto, segundo Marina Simas de Lima, psicóloga e especialista em terapia de casal, muitos casais só procuram ajuda quando a situação se tornou insustentável.

“Nestes casos, a terapia pode servir para elucidar se é melhor continuar juntos ou separados. No entanto, a grande maioria dos casais atendidos por nós, constrói um novo casamento com os mesmos parceiros. A minoria que se separa, geralmente, tem uma separação mais amigável. O que é algo bastante importante, principalmente quando envolve filhos. Pai e mãe nunca perdem seus papeis, com a separação deixarão de funcionar somente como marido e mulher”, diz Marina.

“É importante entender quais são os motivos que fazem com que esses casais busquem essa mediação do especialista em casais. Geralmente, acontece em um momento em que ainda existe a vontade de seguir adiante na relação conjugal”, conta Marina.

8 motivos para procurar ajuda de especialistas

  1. Perda de admiração um pelo outro

    Admirar um ao outro é muito importante em um relacionamento e é uma das bases de um casamento satisfatório. Quando começamos a perder essa admiração ou ainda quando ela se transforma em decepção é hora de entender o que pode estar acontecendo.

  2. Falta de diálogo

    Todo mundo sabe que conversar é fundamental para qualquer relacionamento amoroso. Perder o interesse em conversar ou em ouvir o parceiro (a) pode indicar que é preciso refletir sobre a relação, o momento que tem vivido e buscar compreender que mudanças têm ocorrido nesta relação e como resgatar o diálogo.

  3. Perda da intimidade

    Intimidade não está ligada apenas ao sexo como muitas pessoas imaginam. Ser íntimo de alguém é conhecê-lo profundamente, saber de suas alegrias e tristezas, compartilhar os bons e maus momentos, compreender com um olhar o que outro está sentindo. Muitas situações da vida podem fazer com que os casais percam essa “intimidade”, o que afeta diretamente a qualidade do relacionamento. Mas, é possível resgatar a intimidade se houver desejo para isso.

  4. Projetos ou desejos diferentes

    Geralmente casais satisfeitos têm projetos ou sonhos em comum, embora possam ter seus objetivos individuais. Entretanto, quando não há nenhum projeto em comum e quando cada um quer coisas muito diferentes, pode surgir um conflito significativo e às vezes a sensação de distanciamento entre o casal.

  5. Chegada de um filho não planejado

    A chegada de um filho na relação por si só já é algo que necessita de ajustes. Quando é inesperada, ou seja, não planejada, esse casal pode passar por momentos conturbados e a terapia de casal pode ser uma grande aliada para ajudá-los a lidar com as mudanças que acontecem na conjugalidade com a chegada dos filhos.

  6. Questões sexuais

    O sexo é um dos fatores que mais aparecem como a causa para procurar ajuda especializada. Deixar de sentir desejo sexual pelo (a) parceiro (a) é algo muito comum e pode estar ligado a várias questões, como estresse, excesso de trabalho, problemas financeiros, etc., sendo a terapia de casal um recurso importante para se compreender e resgatar satisfação sexual no casamento.

  7. Excesso de críticas

    Todos temos defeitos e qualidades. Mas, se algo não está bem na relação, a tendência é ter menos tolerância aos defeitos do outro. Pequenas coisas se tornam grandes conflitos e o discurso se torna crítico em relação ao outro. Sinal vermelho para pedir ajuda e rever a forma com que tem se relacionado com seu parceiro (a).

  8. Brigas e desentendimentos constantes

    Conflitos fazem parte de qualquer relacionamento humano. Entretanto, como tudo na vida, é preciso um equilíbrio entre tempos de paz e tempos de “guerra”. Quando os casais brigam em excesso e qualquer motivo é pauta para uma discussão, talvez seja hora de procurar ajuda.

Portanto, para as psicólogas, cada casal constrói sua relação a sua maneira. A felicidade é singular e subjetiva, cada um a sente de uma maneira. Porém, se você se identificou com algum motivo da lista acima, não sinta vergonha de procurar um especialista que possa ajudar a melhorar o seu relacionamento.

 

Confira em nosso blog outros assuntos que podem te ajudar!
Tem dúvidas de como lidar com esse processo? Nós, Denise Figueiredo e Marina Simas, sócias-diretoras do Instituto do Casal, podemos te ajudar!
Entre em contato pelo e-mail contato@institutodocasal.com.br  ou pelo telefone: (11) 99404-2702

Acompanhe nossas Redes Sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/institutodocasal

Facebook: https://www.facebook.com/institutodocasal

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×