5 dicas para esquentar a vida sexual

A gente acredita que sexo ainda é um dos assuntos mais discutidos em terapia de casal, mas que hábitos podem ser adotados para sair da rotina? Tem ideia de como adquirir esses hábitos?

Primeiramente, o que acontece quando o desejo sexual diminui? Em relacionamentos muito longos é natural que a rotina e a falta de inovação no relacionamento façam com que a vida sexual do casal fique menos frequente e dê uma esfriada.

Uma pesquisa do Instituto do Casal afirmou que 55,9% dos casais consideram a vida sexual ruim ou regular e 72,9% dos casais relataram mudanças expressivas na relação sexual depois do casamento. A pesquisa foi feita em 2016, mas este assunto ainda é um dos mais falados nas terapias de casal. Ainda mais por que sexo todo mundo faz, só que algumas pessoas com menos e outras com mais frequência. É impressionante como ainda existe um tabu sobre um tema espontâneo e o quanto a vida sexual influencia uma relação.

Confira os hábitos que podem esquentar a vida sexual:

Conheça seu corpo e estimule outros prazeres

Você sabia que não é só a área genital que dá prazer? É preciso conhecer o corpo e as áreas que possam proporcionar prazer e assim garantir uma fuga da rotina para o casal.

Para isso o parceiro ou parceira também deve conhecer o outro e estimular áreas que possam ser diferentes. É bom lembrar que tem muitas mulheres e homens que não sabem onde fica o clitóris e o ponto G e não conhecem o próprio corpo ou o corpo do parceiro. Se são assim com a área genital, imagina com as outras partes do corpo se forem consentidas por ambos!

Nesse caso vale apostar em brincadeiras com outras partes do corpo e sempre inovar para que o sexo não pareça sempre igual.

Agende o sexo

Pode parecer estranho, mas você já pensou em ter um dia e horário para praticar sexo no relacionamento? É uma forma de conseguir espaço e momentos juntos para viverem a intimidade. Aqui no Instituto do Casal temos muitos casais que acham que o sexo tem que ser de forma espontânea, mas é extremamente interessante também poder agendar o momento. Até por que quando você tem um encontro e espera pelo sábado a noite pra isso, você também acaba se programando para o momento. Isso também é válido no dia a dia do relacionamento.

Explore outros locais

É totalmente possível variar o local que faz sexo dentro de casa, seja no chuveiro, na sala ou até na cozinha. Mas, por que não tentar também fora de casa? Não precisa ser necessariamente em uma viagem distante.  Se não tem tempo de viajar, vale um final de semana em um hotel na própria cidade, por exemplo. O casal pode explorar um ambiente diferente e sair da rotina.

Deixe o celular de lado

Uma pesquisa realizada pelo Instituto do Casal ano passado diz que 47% dos casais brigam por causa do uso excessivo de celular pelo parceiro ou parceira. É inevitável o quanto as pessoas estão consumindo as redes sociais e mídia, mas isso pode atrapalhar o relacionamento. Ou seja, o que a gente observa é que é muito comum o casal deixar de fazer sexo por causa do uso do celular. O mundo está tão conectado que nem o momento a dois é preservado como deveria.

Busque ajuda profissional

Terapia de casal é uma prática que pode ajudar a estimular o diálogo e dar alternativas para uma vida sexual que o casal acha que está fadada a monotonia. Portanto, uma terapia pode ajudar nos desenvolvimentos comportamentais e emocionais do casal e agregar a relação.

No Instituto do Casal somos especialistas em cuidar da relação do casal. Seja uma relação com dificuldades ou não. Tem dúvidas de como lidar com esse processo? Nós, Marina Simas e Denise Figueiredo, sócias-diretoras do Instituto do Casal, podemos te ajudar! Entre em contato pelo e-mail contato@institutodocasal.com.br  ou pelo whatsapp: (11) 99404-2702

 

Acompanhe nossas Redes Sociais:

Instagram: www.instagram.com/institutodocasal    

Facebook: @institutodocasal  

 

 

 

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×